Webmail
Atendimento: (42) 3622-2000
Facebook Faculdade Guairacá
Instagram Faculdade Guairacá
Youtube Faculdade Guairacá
Faculdade Guairacá
A gastronomia busca sua origem, por Leila Pires
A gastronomia busca sua origem, por Leila Pires
Imprimir
12/11/2018

Leila Mara Pires
Graduada em Tecnologia em Gastronomia pela Faculdade Guairacá
Especialista em Gastronomia pela Faculdade Guairacá
Mestranda em Propriedade Intelectual de Transferência de Tecnologia para a Inovação (PROFNIT)

 

O alimento tem o poder de gerar a mudança de comportamento nas pessoas e este é o mais belo movimento da gastronomia que estamos vivendo nos últimos tempos.

Por muitos anos, buscamos produtos no mundo todo para compor os mais variados pratos. Com o mercado global, buscamos incansavelmente trazer novidades para os cardápios, sem se importar com a industrialização do produto ou de quantos agrotóxicos eram utilizados para sua produção e conservação. Já a gastronomia vem seguindo um novo rumo ou uma nova tendência: estamos vivendo um start na preocupação com a prática alimentar, com o consumo consciente e a importância do agricultor familiar, oferecendo garantia de alimentos frescos e sem agrotóxicos à mesa.

Atualmente os chefs que mais se destacam no Brasil e no mundo têm se orgulhado de postar em suas redes sociais o uso de legumes, verduras e temperos orgânicos de suas hortas em pequenos sítios e, até mesmo, do quintal do seu restaurante, além da parceria com pequenos produtores à sua volta.

Tão próxima de nós, Curitiba acaba de ser eleita como a cidade mais inteligente e conectada do Brasil, passando São Paulo. Isso é consciência de um mundo melhor.

A Horta do Chef, projeto da Prefeitura de Curitiba com apoio dos chefs ícones da gastronomia local como mentores dos produtores Manu Bufara (Manu), Lênin Palhano (Nômade),  Vânia Krekninski (Limoeiro) e Gabriela Carvalho (Quintana), tem seu trabalho reconhecido e é finalista do World Smart City Awards, maior premiação de cidades inteligentes do mundo.

Estima-se que cerca de seis mil pessoas, ao todo, são beneficiadas pelas hortas urbanas de Curitiba, entre agricultores, familiares e pessoas que ganham ou compram as hortaliças. Este é um programa que incentiva agricultores urbanos a venderem parte dos alimentos que cultivam a restaurantes de Curitiba. Este projeto concorre na categoria Ambiente Urbano e foi selecionado entre mais de 473 projetos criados por governos, empresas, centros de pesquisa e startups de 57 países. Os vencedores, em sete categorias, serão anunciados no dia 14 de novembro em Barcelona (Espanha), durante o Smart City Expo World Congress, o fórum internacional mais importante sobre o tema.

Aqui em Guarapuava também estamos fazendo este movimento junto ao curso de Gastronomia da Faculdade Guairacá. No último mês estivemos participando do II Seminário de Agro Ecologia na Unicentro, palestrando sobre o tema. Na ocasião, acadêmicos realizaram almoço para mais de 100 participantes, utilizando somente produtos orgânicos.

Essa é a essência do verdadeiro do sabor, do amor ao alimento, do aproveitamento total sem desperdício, da harmonia entre a natureza e o homem. Um brinde a este novo momento da Gastronomia!

Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Cadastrar  
Notificar
Rua XV de Novembro, 7050 - Centro | 85010-000 | Guarapuava-PR