Webmail
Atendimento: (42) 3622-2000
Facebook Faculdade Guairacá
Instagram Faculdade Guairacá
Youtube Faculdade Guairacá
Faculdade Guairacá
É rapidinho! por Paulino Hykavei Júnior
É rapidinho! por Paulino Hykavei Júnior

Paulino Hykavei Júnior
Graduado em Educação Física pelo Centro Pastoral Educacional e Assistência Dom Carlos
Especialista em Educação Especial pelas Faculdades Integradas do Vale do Ivaí
Especialista em Mídias Integradas na Educação pela Universidade Federal do Paraná
Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Centro-Oeste
Doutorando em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa

 

O nosso tempo anda cada vez mais escasso. São situações cotidianas que fazem com que as 24 horas de um dia se tornem poucas para se resolver tudo o que foi planejado. Essa pressa desenfreada que vivemos me faz realizar uma reflexão sobre prioridades, o quanto a nossa prioridade estabelecida pode afetar o próximo. O quanto a nossa pressa pode prejudicar outra pessoa. Essas reflexões estão diretamente ligadas àquelas pessoas que por um algum motivo necessitam de uma prioridade maior que a nossa e que dependem de situações especiais de convivência.

Hoje em nossa cidade nos deparamos com vários estacionamentos rotativos para atender uma enorme quantidade de carros que trafegam. Por orientações de leis, temos estacionamentos prioritários para pessoas que possuem alguma limitação de locomoção e que às vezes (ou na maioria delas) são ocupadas por aqueles que não necessitam dessa prioridade, mas possuem várias desculpas para usá-las. A mais utilizada sempre tem a ver com a rapidez da ocupação dessa vaga, tentando justificar o injustificável. Posso entender que por falta de conhecimento esse fato aconteça, mas a ação proposital demonstra que essa pessoa fere os direitos de outra, colocando à frente sua necessidade pessoal, excluindo por completo o indivíduo, que por suas limitações, naquele momento, possa se ocupar da vaga. Para que possamos viver em uma sociedade, devemos entender que o respeito à diversidade deve existir e que a nossa pressa ou prioridade não se deve estender a outro e nem servir como desculpa para infringir leis ou regras de conduta.

A infração a essas leis pode acarretar em multas para aqueles que o fazem, mas prefiro acreditar em uma mudança de comportamento pelo pensamento e reflexão do que por uma punição. Somente dessa forma poderemos nos entender melhor e viver em uma sociedade mais inclusiva e feliz.

Então antes de realizar qualquer ação dessa natureza, pense e reflita um pouquinho: ‘é rapidinho’.

Rua XV de Novembro, 7050 - Centro | 85010-000 | Guarapuava-PR