Webmail
Atendimento: (42) 3622-2000
Facebook Faculdade Guairacá
Instagram Faculdade Guairacá
Youtube Faculdade Guairacá
Twitter Faculdade Guairacá
Linkedin UniGuairacá
Faculdade Guairacá
Alimentação como fator protetor contra a COVID-19, por Morgana Keiber
Alimentação como fator protetor contra a COVID-19, por Morgana Keiber

A pandemia de COVID-19 tem provocado uma mudança radical no nosso modo de viver e de nos relacionar. A insegurança que veio com ela nos convida a repensar e a refletir sobre nossas escolhas, incluindo as escolhas alimentares que temos feito e seu impacto na manifestação, ou não, da doença.

Uma alimentação saudável é essencial para manutenção da boa saúde e é especialmente importante para que todas as células do organismo funcionem de maneira adequada, incluindo as células do sistema imunológico, que garantem proteção do nosso corpo contra infecções.

Os desequilíbrios alimentares e nutricionais favorecem a alteração da homeostase corporal, podendo resultar na instalação de doenças. É sabido que uma alimentação de elevado valor calórico, rica em gordura saturada, açúcares e carboidratos refinados e pobre em fibras, gorduras insaturadas e antioxidantes favorece a inflamação e o estresse oxidativo, tendo como consequência o comprometimento das nossas defesas, nos tornando mais susceptíveis ao acometimento por doenças. Por outro lado, dietas excessivamente restritivas podem favorecer escassez de nutrientes, levando a desnutrição, também podendo prejudicar a função imunológica.

Assim, quando pensamos na alimentação como ferramenta para fortalecimento do nosso sistema imunológico, visando proteção contra a instalação de doenças, precisamos, em primeiro lugar, pensar na qualidade dos alimentos ingeridos ao longo do dia, dando preferência para o consumo de alimentos naturais e reduzindo o consumo de alimentos processados e ultraprocessados. Além disso, alguns elementos podem potencializar o trabalho do sistema imunológico, devendo fazer parte da nossa rotina alimentar neste momento, destacando:

Proteínas – a ingestão suficiente de proteínas é crucial para a produção ideal de anticorpos. De modo geral, as proteínas podem ser encontradas em carnes, aves, ovos, peixes, leguminosas e grãos.

Glutamina – é um aminoácido que fornece uma importante fonte de energia para muitos tipos de células, incluindo aqueles envolvidos na resposta imune. Além de ser sintetizada pelo próprio organismo, a glutamina pode ser obtida por fontes alimentares. São considerados alimentos ricos em ácido glutâmico, isoleucina e valina – aminoácidos essenciais que o corpo usa para fabricar a glutamina – as carnes, peixes, ovos, leite e derivados, nozes, feijão, ervilhas, soja, beterraba, repolho, espinafre, couve e salsa, entre outros.

Vitamina A e Zinco – participam da regulação do processo de divisão celular, sendo essenciais para uma resposta proliferativa bem-sucedida no sistema imunológico. A vitamina A é encontrada principalmente em vegetais coloridos, gema de ovos e leite integral. Já o zinco está presente em carnes, ovos, mariscos, leguminosas e sementes oleaginosas.

Vitamina D – tem efeitos imunomoduladores no sistema imune inato e adaptativo. A vitamina D é encontrada em alguns alimentos, como gema de ovos, leite e manteiga, sendo sintetizada, em maior quantidade, pelo nosso próprio corpo a partir da nossa exposição à luz solar.

Vitaminas C e E e fitoquímicos (como carotenóides e polifenóis) – apresentam elevada capacidade anti-inflamatória e antioxidante, atuando positivamente no controle da inflamação e do estresse oxidativo. As vitaminas antioxidantes e os fitoquímicos são encontrados principalmente em frutas, verduras e legumes frescos, bem como, nas sementes oleaginosas.

Fibra alimentar – fermentada pela microbiota intestinal, produz ácidos graxos de cadeia curta e efeitos anti-inflamatórios. As fibras são encontradas nos cereais integrais, farelos, sementes e em frutas, verduras e legumes.

Ômega-3 – substrato para a síntese de moléculas de sinalização celular, essenciais na reposta imunológica. Ácidos graxos ômega-3 podem ser encontrados em peixes de águas frias (como sardinha e atum), semente de chia e linhaça.

Uma alimentação equilibrada é chave para a boa saúde e a longevidade. Pense nisso!

Rua XV de Novembro, 7050 - Centro | 85010-000 | Guarapuava-PR
 
CFW Agência Digital