Webmail
Atendimento: (42) 3622-2000
Facebook Faculdade Guairacá
Instagram Faculdade Guairacá
Youtube Faculdade Guairacá
Faculdade Guairacá
Harmonização orofacial: a odontologia moderna está além do sorriso, por Danyelle Zimmer
Harmonização orofacial: a odontologia moderna está além do sorriso, por Danyelle Zimmer
Imprimir
19/11/2018

Danyelle Blanski Zimmer
Graduada em Odontologia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa
Especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial
Pós-graduada em Implantes e Harmonização Facial
Atualmente é membro do corpo clínico do Hospital São Vicente de Paulo, onde atua como cirurgiã bucomaxilofacial, e é proprietária da Clínica La Facci Estética Avançada em Guarapuava

 

Não tem como falar de odontologia moderna sem alinhar função, estética, saúde e bem estar. Difícil pensar em conceitos novos com os olhos voltados ao passado, onde o dentista era aquele profissional que apenas tratava de ‘restaurar os dentes’. Atualmente a odontologia une a função com a estética, proporciona ao paciente um tratamento mais completo e satisfatório. Devolve-se saúde, beleza, harmonia e autoestima. Esses pedidos, frequentemente presentes no consultório odontológico, requerem que o profissional esteja atualizado e capacitado para tratar ou indicar ao paciente a melhor opção de tratamento.

Estudos demonstram que tratamentos modernos trazem possibilidade de atingir equilíbrio facial, resolvendo questões funcionais, como: disfunção têmporo mandibular, bruxismo e dor; amenizando o envelhecimento facial, restaurando o equilíbrio e a simetria da face, ofertando qualidade de vida aos pacientes. Entre as técnicas atuais podemos citar o uso de toxina botulínica, dos preenchedores faciais, dos fios, dos bioestimuladores, entre tantas outras que unidas aos tratamentos odontológicos convencionais vem aprimorar essa nova odontologia.

A toxina botulínica é uma neurotoxina, produzida pela bactéria Clostridium botulinum. A substância age como um bloqueador neuromuscular, impedindo a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos, através da inibição da acetilcolina. A finalidade da toxina botulínica vai muito além da estética. Na face, ela é usada para tratar cefaleias tensionais, bruxismo (apertamento dentário), hipertrofia do músculo masseter (confere ao paciente dor e uma face mais quadrada), na correção dos sintomas de paralisia do nervo facial, após AVC, entre outros. Na estética, onde seu uso foi mais difundido, ela é largamente utilizada na prevenção e no tratamento de rugas.

O ácido hialurônico é o preenchedor facial mais difundido atualmente. Ele está presente no nosso organismo na composição dos ossos, cartilagens e tecido conjuntivo. Os preenchimentos degradáveis de ácido hialurônico têm sido utilizados com sucesso desde 1996 para corrigir alterações cutâneas. As fontes de ácido hialurônico são as bactérias (isto é, produzidas pela fermentação bacteriana, não patogênica) ou de origem aviária (derivadas de cristas de galo). Em ambos os casos o produto é esterilizado. Na odontologia, ele pode ser usado nas papilas interdentais a fim de produzir volume e reduzir os ‘black spaces’ periodontais, nas articulações têmporo mandibulares para manejar desordens através da viscossuplementação. Frequentemente são usados também para suavizar linhas de expressão, principalmente ao redor dos lábios e harmonizar a face como um todo. Técnicas avançadas de preenchimento inteligente como a técnica MD Codes, por exemplo, onde se devolve volume em pontos específicos faciais, proporcionam excelentes resultados.

Os fios faciais podem ser absorvíveis e não absorvíveis. De um modo geral, os absorvíveis duram em média 2 anos e atuam na produção de colágeno e na sustentação da pele, quando garrilhados. Os fios melhoram o contorno facial e o aspecto geral da pele. Dependendo da quantidade de fios inserida, são capazes de promover um resultado semelhante ao lifting facial, porém sem cirurgia. Os fios estão indicados para o arqueamento das sobrancelhas, melhora do contorno mandibular, tracionamento de tecidos da face e pescoço, na bioplastia nasal (fechamento da asa do nariz, melhora do contorno nasal e elevação da ponta do nariz), entre outros.

Os bioestimuladores são produtos a base de ácido poli-L-lático (PLLA), biocompatíveis que atuam na estimulação da produção e renovação do colágeno. É um tratamento eficaz contra rugas, flacidez da pele e promove aumento de volume, sendo inclusive indicado para o tratamento de lipoatrofias. Sua duração é em torno de 2 anos. Comercialmente, estão disponíveis no mercado como Sculptra® e Ellansé®, este último teve lançamento recente e possui quatro apresentações diferentes com durações variando de 1 a 4 anos e efeito preenchedor imediato, além da bioestimulação do colágeno.

São várias as possibilidades atuais de tratamento, que proporcionam melhora na função e estética. A odontologia moderna está constantemente em busca dos melhores tratamentos e resultados, visando a melhora na saúde geral do paciente. Procure seu cirurgião dentista, devidamente habilitado, para maiores informações.

 

Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Cadastrar  
Notificar
Rua XV de Novembro, 7050 - Centro | 85010-000 | Guarapuava-PR